Domingo, 21 de Outubro de 2007
Les chansons d'amour

Añadir a mi perfil | Más Videos



Les Chansons d'Amour, um filme de Christophe Honoré com Louis Garrel, Ludivine Sagnier, Clotilde Hesme e Chiara Mastroianni, é dos filmes mais bonitos que eu já vi até hoje e não me pôs a chorar como normalmente me pôem os filmes mais bonitos que eu já vi. Pelo contrário, esta tragi-comédia musical com final feliz é leve e deixa-nos encantados pela música, mesmo quando as personagens cantam as suas mágoas. Não é alheio o facto de as canções serem muito fortes - da composição de Alex Beaupain em estreita colaboração com o realizador. As vozes dos actores e das actrizes não são as mais afinadas do mundo, mas quando interpretam as personagens cantando "Je n'aime que toi", "Les yeux au ciel" ou "As-tu déjà aimé?", isso pouco importa porque a profundidade da alma está lá, o que nos toca a todos. As canções de amor vão da dor à esperança. Assim acontece neste filme, que começa com a expressão da dúvida, passando pela perda repentina e irremediável e até chegar ao enamoramento de um personagem secundário que leva ao renascer do sentimento no protagonista. É o nosso retrato biográfico: algumas pessoas vão saindo da nossa vida, outras vão entrando e outras vão estando. Mas o mais importante é não fecharmos nunca os olhos à felicidade. O desfecho de Les Chansons d'Amour - simplesmente genial - é uma bela prova de amor, o climax das canções filmado em estilo teatral, que inspira a fantasia e lembra na realidade: "Ama-me menos... mas por mais tempo!"


publicado por garçon às 00:02 | link do post | comentar | favorito

2 comentários:
De ZEP a 25 de Outubro de 2007 às 15:02
quero tanto ir ver este filme!
deve ser este fds!


De rifa a 25 de Outubro de 2007 às 15:53
e eu tenho tanta vontade de ver outra vez!
já tenho a banda sonora que é linda!


Comentar post

mais sobre mim
links
Junho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

29
30


posts recentes

Génova

Escrito num WC público

Jacqueline Du Pré Encanto...

Polícia emancipada/o

MpI - Eu sou o 63º subscr...

Bossa, Elis, 1965, Ecolog...

O Enterro de Sidney Beche...

As palavras são como as.....

Foi Jazz - Sidney Bechet

É Jazz - Joel Xavier "Sar...

arquivos

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

tags

acesso ao casamento

bem disposto

clássicos

coisas de contar

conta como podia ser

contra-buplicidade

dança

desafio

desliguem os telemóveis.

direitos assertivos

direitos humanos

é o drama

flores

hobbies

igualdade

jazz

jazz foi

jazz fresquinho

mundo engraçado

mundo feio

o virar da página

objectivamente (fotografia)

olha pra mim

pessoas

poesia

ponto de escuta

prosa

quem sabe...

sweet sadness

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds