Sexta-feira, 9 de Novembro de 2007
Em conversa com quem calha, sempre comparo o bar Incógnito, em Lisboa, com o bar Buraco Negro, em Coimbra. Neste passei mais tempo do que nas salas de aula. Era sem dúvida a segunda casa de um grupo de amigos, não só os próximos como todas as caras conhecidas que formavam um espécie de clã. O ambiente era muito familiar e as noites passadas lá eram excelentes. Eu nunca saía antes de fechar a pista (hábito que ainda mantenho) e esta terminava sempre, depois de Rammstein, Marylin Manson, Prodigy, Stone Temple Pilots, Cypress Hill, The Mission, The Doors, Led Zeppelin e afins, com Carlos Paredes ou Perfect Day de Lou Reed. Aaaah, que arrepio senti eu agora! Como era bom acabar a noite a dançar abraçado à Márcia (a minha alma-gémea do Norte, caralho!) esta canção tão cheia de sonhos e cumplicidade!
Cada vez que vou ao Incógnito lembro-me do Buraco Negro e no sábado passado não houve excepção. Recordei os finais de noite do Buraco porque desta vez o Incógnito também fechou com uma canção calminha que me diz muito, não só por ser do meu grupo favorito de sempre: Depeche Mode. A canção chama-se The Things You Said e faz parte do álbum Music For The Masses, um dos melhores do grupo.



publicado por garçon às 02:41 | link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
links
Junho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

29
30


posts recentes

Génova

Escrito num WC público

Jacqueline Du Pré Encanto...

Polícia emancipada/o

MpI - Eu sou o 63º subscr...

Bossa, Elis, 1965, Ecolog...

O Enterro de Sidney Beche...

As palavras são como as.....

Foi Jazz - Sidney Bechet

É Jazz - Joel Xavier "Sar...

arquivos

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

tags

acesso ao casamento

bem disposto

clássicos

coisas de contar

conta como podia ser

contra-buplicidade

dança

desafio

desliguem os telemóveis.

direitos assertivos

direitos humanos

é o drama

flores

hobbies

igualdade

jazz

jazz foi

jazz fresquinho

mundo engraçado

mundo feio

o virar da página

objectivamente (fotografia)

olha pra mim

pessoas

poesia

ponto de escuta

prosa

quem sabe...

sweet sadness

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds