Domingo, 4 de Janeiro de 2009

Vi A Valsa com Bashir, do israelita Ari Folman, na última Festa do Cinema Francês e gostei apesar de ter sido num dia de semana e eu estar um bocado cansado. Mesmo assim, a qualidade da animação deste filme é tão boa, juntamente com uma história de guerra diferente daquelas do holocausto nazi a que estamos mais que habituados, que desperta os sentidos para uma experiência num território completamente novo. Talvez não seja assim tão novo se considerarmos a obra-prima da iraniana Marjane Satrapi - Persepolis, uma longa de animação brilhante embora negra até à medula, abriu-me uma porta para o Médio Oriente que eu não conhecia tão bem. Uma zona quente de sentimentos felizes, memórias tristes e empatia humana. Estreado na passada quinta-feira, recomendo que o filme seja visto num dia bem descansado porque A Valsa com Bashir é em grande parte uma introspecção silenciosa dos intervenientes (realizador, interlocutores do realizador e espectadores) pontilhada apenas a espaços largos por sonoros bombardeamentos, tiroteios, matilhas raivosas e pop dos anos 1980. Vale a pena ver pelo documento histórico que representa, pela viagem ao interior de si próprio que proporciona e pelo excelente desenho que embeleza a narrativa no detalhe dos planos lentos e se aproxima da imagem real na cuidada reconstituição das cenas de acção.



publicado por garçon às 11:11 | link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
links
Junho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

29
30


posts recentes

Génova

Escrito num WC público

Jacqueline Du Pré Encanto...

Polícia emancipada/o

MpI - Eu sou o 63º subscr...

Bossa, Elis, 1965, Ecolog...

O Enterro de Sidney Beche...

As palavras são como as.....

Foi Jazz - Sidney Bechet

É Jazz - Joel Xavier "Sar...

arquivos

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

tags

acesso ao casamento

bem disposto

clássicos

coisas de contar

conta como podia ser

contra-buplicidade

dança

desafio

desliguem os telemóveis.

direitos assertivos

direitos humanos

é o drama

flores

hobbies

igualdade

jazz

jazz foi

jazz fresquinho

mundo engraçado

mundo feio

o virar da página

objectivamente (fotografia)

olha pra mim

pessoas

poesia

ponto de escuta

prosa

quem sabe...

sweet sadness

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds