Domingo, 11 de Janeiro de 2009

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O Sol e o Céu são um só

tão só é o amor que os une

amor fingido no Oriente

sem sentido quando se sente

o fim no horizonte quente.

 

Tão breve se deleita

no vazio a chama

que o frio logo reclama

por tão frágil calor

que se passe uma receita

uma extensão do amor.

 

Possível não o é

que a Lua também ama

ao Céu ela se chama

mal esta desaparece

e assim o amor arrefece.

 

Pelos dois o Céu escorrega

corre, tropeça e cai.

Um é forte e protestante

o outro vai inconstante

ora cresce e desassossega

ora fica minguante

 

tal é a fome que perdura

assim é um amor sem cura.

 

Aos dois o Céu se entrega

dá tempos e espaços definidos

que amor pode ser

que tenha que ter

limites estabelecidos,

nem o dia infinito, nem as noites sem comer

para sempre ver.



publicado por garçon às 18:38 | link do post | comentar | favorito

6 comentários:
De MrFights a 15 de Janeiro de 2009 às 22:29
Belo poema! É da tua autoria?

Só é pena o post ter ficado meio desalinhado...

Beijos


De garçon a 17 de Janeiro de 2009 às 23:47
Obrigado, MrFights! O poema e as fotografias são da minha autoria, sim senhor.

Quanto ao alinhamento, eu vejo-o bem. Deve ser do tamanho do monitor.

Beijinhos


De An7ónio a 16 de Janeiro de 2009 às 19:50
Muito bom, Nuno.
Muito bom.


De garçon a 12 de Maio de 2009 às 18:55
Obrigado.


De Joana a 10 de Maio de 2009 às 23:48
Sugiro que registes a tua patente na SPA! Mesmo muito bom!


De garçon a 12 de Maio de 2009 às 18:56
Obrigado.


Comentar post

mais sobre mim
links
Junho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

29
30


posts recentes

Génova

Escrito num WC público

Jacqueline Du Pré Encanto...

Polícia emancipada/o

MpI - Eu sou o 63º subscr...

Bossa, Elis, 1965, Ecolog...

O Enterro de Sidney Beche...

As palavras são como as.....

Foi Jazz - Sidney Bechet

É Jazz - Joel Xavier "Sar...

arquivos

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

tags

acesso ao casamento

bem disposto

clássicos

coisas de contar

conta como podia ser

contra-buplicidade

dança

desafio

desliguem os telemóveis.

direitos assertivos

direitos humanos

é o drama

flores

hobbies

igualdade

jazz

jazz foi

jazz fresquinho

mundo engraçado

mundo feio

o virar da página

objectivamente (fotografia)

olha pra mim

pessoas

poesia

ponto de escuta

prosa

quem sabe...

sweet sadness

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds