Domingo, 17 de Maio de 2009

Bessie Smith (Chattanooga, Tennessee 1894 - Clarksdale, Mississippi 1937) será para sempre a denominada imperatriz do blues. Foi "descoberta" e apoiada pela cantora de blues Ma Rainey, que se tornou na sua mentora até Bessie sobressair mais do que a "professora". A Columbia contratou-a e lançou o seu primeiro disco, em 1923, com Clarence Williams no piano. Foi somando êxitos e ganhando fama e dinheiro até que a Depressão, a mudança de gostos do público e o álcool ditaram o fim da sua carreira discográfica nesta editora. Em 1937, quando estava prestes a fazer o seu comeback, então, como cantora de swing, Bessie Smith morreu esvaída em sangue no hospital para onde a trouxeram depois do acidente de viação que a vitimou. Em 1929, tinha entrado no filme St. Louis Blues, não havendo nenhum outro registo fílmico com ela. Em compensação, deixou-nos 160 discos, em que acompanhou alguns dos maiores solistas de jazz - entre outros, Louis Armstrong, Fletcher Henderson e James P. Johnson.

 

 

There's a saying going 'round and I begin to think it's true
It's awful hard to love someone, when they don't care 'bout you
Once I had a lovin' man, as good as many in this town
But now I'm sad and lonely, for he's gone and turned me down, now
I ain't got nobody and nobody cares for me
I got the blues, the weary blues
And I'm sad and lonely, won't somebody come and take a chance with me?
I'll sing sweet love songs honey, all the time
If you'll come and be my sweet baby mine
'Cause I ain't got nobody, and nobody cares for me



publicado por garçon às 21:04 | link do post | comentar | favorito

5 comentários:
De Joana a 18 de Maio de 2009 às 23:15
Bessie Smith morreu na praia a caminho do estrelado! Mas afinal o que é o estrelado? Viver de acordo com as aspirações do dia-a-dia, acordar de novo, ter saúde para mais um dia de luta, sem ser um autómato ao serviço de outrem, mas com consciência da meta a atingir, isso sim é viver no estrelado! Porque não fazes a "Noite Estrelada" do Van Gogh em puzzle? Esse viveu e morreu sem um tostão e até se auto-mutilou! O Don McLean que canta "Stary Night" também viveu como se lhe pareceu, mas famoso famoso como Orion ele não é! lol...desvaneios!


De garçon a 19 de Maio de 2009 às 20:09
Joana, já fiz a "Noite Estrelada" Gosto muito desse quadro. Está dentro da caixa e hei-de recompô-lo porque, no momento em que o acabei (há alguns anos atrás - foi o primeiro grande puzzle que fiz), ao mostrá-lo na cortiça para a minha mãe ver, inclinei-o demais e as "estrelas" caíram...


De Joana a 19 de Maio de 2009 às 22:37
http://www.youtube.com/watch?v=nkvLq0TYiwI


De garçon a 20 de Maio de 2009 às 21:49
Joana: Lindo! Adoro Van Gogh. E a canção, da qual não me lembrava, é muito bonita. Obrigado pelas coisas boas que trouxeste para o jazz na praia!


De Joana a 23 de Maio de 2009 às 23:55
Obrigado? Obrigada! Porquê? Por inspirares os teus leitores com essa tua força e sensibilidade simultâneas! Podes...qualquer um de nós pode...ir para além do estrelado na arte, como no amor ou na amizade! Como amigo tens sido uma estrela para mim! ;o)


Comentar post

mais sobre mim
links
Junho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

29
30


posts recentes

Génova

Escrito num WC público

Jacqueline Du Pré Encanto...

Polícia emancipada/o

MpI - Eu sou o 63º subscr...

Bossa, Elis, 1965, Ecolog...

O Enterro de Sidney Beche...

As palavras são como as.....

Foi Jazz - Sidney Bechet

É Jazz - Joel Xavier "Sar...

arquivos

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

tags

acesso ao casamento

bem disposto

clássicos

coisas de contar

conta como podia ser

contra-buplicidade

dança

desafio

desliguem os telemóveis.

direitos assertivos

direitos humanos

é o drama

flores

hobbies

igualdade

jazz

jazz foi

jazz fresquinho

mundo engraçado

mundo feio

o virar da página

objectivamente (fotografia)

olha pra mim

pessoas

poesia

ponto de escuta

prosa

quem sabe...

sweet sadness

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds