Sexta-feira, 4 de Janeiro de 2008

Ontem, depois do cinema, fui jantar ao Magnolia que fica no Saldanha Residence. Adoro tudo o que se bebe e come no Magnolia! Adoro o espaço, o ambiente, o serviço, tudo!
Desta vez, pedi um sumo de maçã e limão para beber e, para comer, um crepe de frango e beterraba (entre outros ingredientes mas o nome é mesmo assim). Só tive tempo de ver atentamente a primeira página do DN, que estava lá à disposição de quem quisesse ler, até chegar prontinho, belo, fresco e fofo o meu crepe. Pareceu-me rápido mas, como creio na eficiência desta casa, não pensei nisso nem mais um milésimo de segundo. Era normal e, assim sendo, comecei a comer.

Passadas três ou quatro saborosas garfadas, o empregado (sim, o Bruno, para quem me entender ;) chegou à beira da minha mesa, à minha frente, e disse:
- Desculpe.
Eu olhei para ele. Ele continuou a avançar lentamente para mim dobrando-se ligeiramente para a frente sobre a mesa. Eu esperei... não sei bem o quê! Ele dirigiu-se com a mão ao meu serviço na mesa. Então, fez-se luz na minha cabeça. Ele está a pedir-me desculpa porque não tem mais tabuleiros na copa e precisa que eu gentilmente ceda o meu. Mas não! Ele pegou no meu prato e, enquanto eu com cara de cão bonacheirão a quem se tira o osso acabado de oferecer via o meu crepe elevar-se no ar e afastar-se de mim, o empregado disse:
- Nunca tal me aconteceu antes.
E acrescentou, constrangido:
- Peço imensa desculpa.
Eu sempre calado. Não sabia o que me estava a acontecer. Foi só quando ele começou a virar os quadris para se enfiar novamente na cozinha que o ouvi explicar finalmente:
- Esqueci-me de pôr o frango.

Aaah!
Gargalhei para dentro.

Passados poucos minutos, tinha um crepe novinho em folha à minha frente, belo, fresco e fofo... e com frango!


publicado por garçon às 00:00 | link do post | comentar | favorito

6 comentários:
De Pequenos Nadas a 4 de Janeiro de 2008 às 00:58
Linda esta história... eu não sei se não dava uma dentada na mão do senhor pá... isto de me tirarem comida da boca não tá com nada!!!


De Luis V a 4 de Janeiro de 2008 às 12:57
O segundo crepe estava mais saboroso, não estava?


De rifa a 4 de Janeiro de 2008 às 15:51
pequenos nadas: lol

luis v: estava. sabia a frango e tudo! lol


De ZEP a 4 de Janeiro de 2008 às 16:32
"eu com cara de cão bonacheirão a quem se tira o osso acabado de oferecer via o meu crepe elevar-se no ar e afastar-se"


bwahahahahahahhaha


De Mr Fights a 5 de Janeiro de 2008 às 16:03
lol

isso foi um sinal dos deuses para te tornares vegetariano :P


De rifa a 7 de Janeiro de 2008 às 01:10
mr fights: olha! não tinha pensado nisso lol
mas acho que o sinal foi pouco forte eheheh


Comentar post

mais sobre mim
links
Junho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

29
30


posts recentes

Génova

Escrito num WC público

Jacqueline Du Pré Encanto...

Polícia emancipada/o

MpI - Eu sou o 63º subscr...

Bossa, Elis, 1965, Ecolog...

O Enterro de Sidney Beche...

As palavras são como as.....

Foi Jazz - Sidney Bechet

É Jazz - Joel Xavier "Sar...

arquivos

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

tags

acesso ao casamento

bem disposto

clássicos

coisas de contar

conta como podia ser

contra-buplicidade

dança

desafio

desliguem os telemóveis.

direitos assertivos

direitos humanos

é o drama

flores

hobbies

igualdade

jazz

jazz foi

jazz fresquinho

mundo engraçado

mundo feio

o virar da página

objectivamente (fotografia)

olha pra mim

pessoas

poesia

ponto de escuta

prosa

quem sabe...

sweet sadness

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds